Maine Coon

Nos séculos XVII e XVI, gatos domésticos trazidos da Europa confrontaram os invernos severos da Nova Inglaterra[3] onde, por seleção natural, apenas os gatos mais fortes e adaptáveis sobreviveram. Desta forma, o Maine Coon desenvolveu-se num gato grande e rústico, com uma pelagem grossa e resistente a água, bem como uma constituição forte.
A origem da raça e seu nome tem várias, por vezes fantásticas histórias explicativas. Uma delas conta que um gato doméstico solto nas florestas do Maine cruzou-se com um guaxinim,[3] resultando em uma ninhada com as características do Maine Coon. Apesar de isto ser biologicamente impossível, esta história, alimentada pela cauda cheia e a coloração similar a do guaxinim pode ter levado a adoção do nome 'Maine Coon'. Outra história é de ter sido o gato ter ganho tal nome em homenagem a um capitão de navio chamado Coon que teria sido o responsável pela chegada do mesmo ao litoral do Maine.
Não obstante tais histórias, a maioria dos criadores hoje em dia acredita que a raça tenha se originado em cruzamentos entre gatos de pelo curto nativos e europeus de pelo longo, provavelmente Angorás. Eles são gatos muito grandes,mas,muito bonitos também.

Características Físicas

Originalmente um gato de trabalho, o Maine Coon é resistente, rústico, capaz de suportar as intempéries. Seu pelo é macio e seu corpo muito bem proporcionado, de aparência retangular e balanceada, sem partes exageradas em tamanho. É musculoso, de tamanho médio para grande. As fêmeas geralmente são menores que os machos.
Os olhos são grandes e expressivos. As cores dos olhos são verdes ou douradas, além de possuir uma pelagem densa. O padrão mais comum de cores é o marrom (Castanho em Portugal), com marcações do tipo Tabby, mas a raça é reconhecida em todas as cores, com exceção de chocolate, lavanda, pontilhado e o padrão siamês. Com a cabeça grande, mas pequena para o tamanho do corpo, orelhas para cima cheias de pelos, corpo comprido e cauda ereta, também comprida geralmente do tamanho do corpo.
Sua pelagem é sedosa, caindo levemente. É curta nos ombros e mais longa na região do estômago.


Referências


  1. The Maine Coon America's Native Longhair. By Mike and Trish Simpson (MCBFA). Retrieved on January 21 2008
  2. the Maine Coon American Cat Fanciers Association (ACFA). Retrieved on January 21 2008
  3. a b The Maine Coon: Cat Breed FAQ. Cat Fanciers. Retrieved on: January 18 2008